28.9.07

Vinhos brancos aumentam no Languedoc e na ... Argentina


O Sul da França produz mais vinhos tintos do que brancos. Este ano a queda na produção atingiu diretamente os vinhos brancos. Estes ficaram mais escassos provocando uma alta imediata de 10€, por hectolitro, para os vinhos de mesa vendidos em pipa. É a lei mercadológica da oferta e da procura. Na Argentina os vinhos brancos em pipas aumentaram de 15%, apesar dos volumes crescerem na ordem de 3 a 5% este ano. A explicação é simples. O mercado é mundial e o vinho é mercadoria global.
Há algumas semanas os preços estão em alta na Argentina. Que orientada pela Federação de Vinhateiros busca achar um equilíbrio entre o aumento de preços e a preservação de mercados mundiais. Se em relação ao mês de agosto o aumento é de 15%, em relação a 2006 o aumento é de 35%. Com certeza a quebra da safra na maior parte da Europa e a grande perda na Austrália, que pode chegar a 40%, vai fazer subir ainda mais os preços.
Eu já havia dito que os preços iam subir globalmente. Houve quem não acreditasse. Hoje é fato.

2 comentários:

Ana Rebouças disse...

Com o dólar baixo, ficou bem mais viável o consumo de vinhos importados. Com a temperatura subindo por aqui, a procura pelos vinhos brancos e espumantes vai crescer.Será que nossa alegria vai durar pouco?

ROGERIO REBOUÇAS disse...

Quem dita os preços é o mercado. Mercado quer dizer o conjunto de players do mercado- consumidores, produtores, distribuidores, importadores,...- mas também condições dadas em cada nação. Oferta e procura. No momento o preço dos vinhos franceses vai subir bem pouco, mas vai subir em 2008. Pois precisa repor perdas. Quanto o mercado vai permitir repor é outros quinhentos.
Para este final do ano nada aumenta.
Abraços,
Rogerio